Utopia?
(TecaMiranda)

Vislumbro estradas
Onde me levam
A encruzilhadas
Que me enlevam.
Meu pensamento voa,
Quero ser poeta!
Uma voz ressoa:
Siga a sua meta,
Com a sensibilidade de sua alma
Veja o que não é mostrado,
Com carinho e calma
Escuta o que não dizem,
Com um amor abnegado
Escreva sem ver a quem
E desista de ser, 
Porque poeta não se cria,
Não há querer,
Não existe essa regalia.
Poeta nasce assim
E vai até o fim. 


Home||Menu||Livro de Visitas||E-mail
 

webdesigner
*Ja(Mulher