Sublime ausência
( Robério Pereira Barreto)

A sua ausência me faz o corpo tremer,
Na sublime presença do meu querer,
Atendes aos meus apelos
E me deixa de pêlos arrepiados.

Ainda ausente
Atendes aos meus desejos
Queimando meu corpo calorosamente,
Quando beijas na minha boca
Faz-me estremecer...

Na sua ausência me realizo
Porque meu corpo dá sinal de que existo
Na imagem de ti a me consumir.

Mansamente presente à alma
Sua essência meu desejo apalpa
Com a delicadeza de beija-flor
A saborear o mel da flor no pomar.

Sua ausência no meu peito inflama,
Fazendo correr pelo corpo inteiro
Veleidades que o queima mais
Que a incandescente chama.

31 de março de 2008, 23h15.

Midi:  to_love_again

*******
Clique na imagem e recomende a página

CLIQUE PARA RECOMENDAR ESTA PÁGINA!

Home||Menu||Livro de Visitas||E-mail

webdesigner:
*Ja(Mulher)*