Não me proíba de amá-lo!
(Antonietta Di Benedetto)

Faz frio em minh'alma,
A angústia toma conta do meu ser!
Não encontro paz!
Tenho vontade de gritar 
Tão grande é esta dor que me invade

Amei tanto!
Amei o amor,em sua plenitude.
Hoje resta apenas a saudade
Dos meus sonhos desfeitos,
de ilusões perdidas,

Amei tanto,que esqueci de me amar!
E hoje sou apenas um deserto árido por fora,
sufocando os meus sentimentos,
Apenas o vento ouve o meu lamento 
e leva minhas palavras!

Sequer tenho mais a brisa 
da primavera com seu aroma de flores,
apenas o inverno triste e frio permanece! 

Onde está o amor que tanto dei? 
Ninguém me responde, 
Somente a chuva lá fora chora comigo...
E a noite, minha companheira 
ajuda-me a esconder a grande dor.

Virão outro dias 
e minha vida segue em brumas,
Mas saiba querido, amor da minha vida:
Eu continuarei sempre a te amar!

23/06/05

******
Clique na imagem e recomende a página

CLIQUE PARA RECOMENDAR ESTA PÁGINA!



Home||Menu||Livro de Visitas||E-mail  

webdesigner
*Ja(Mulher)*