Ilusão
(Robério Pereira Barreto)

Na escuridão, um raio de lua
Diz-me que chegas nua.

Exultante meu desejo clareia;
Vê-la desnuda em meu aconchego
É fenecer de emoção.

A influência da luz me seduz,
Levando a pensamentos pueris;
Porém, ao voltar à realidade
Resta-me a dor da saudade.

Agora, dissuadido pela claridade
Fecho os olhos na expectativa
De encontrá-la de novo.

09 de fevereiro de 2007, 19°31’

**********
Clique na imagem e recomende a página

CLIQUE PARA RECOMENDAR ESTA PÁGINA!

Home||Menu||Livro de Visitas||E-mail

webdesigner:
*Ja(Mulher)*