Calvário
(Robério Pereira Barreto)

Com meu coração em cacos
Vejo meu amor esvair-se
Entre meus abraços.

Falto-me coragem para dizer-lhe:
Fica comigo e faz-me mais feliz;
Reinventa, refaça-me a sua maneira:
Amiga, amante, donzela, esposa, meretriz.

Porém, deixe-me amar-te
Como sempre quis...,

Porque te tendo em mim
Rio, gemo, choro, suspiro
E ao meu modo sou feliz.

Isso é coisa do malvado destino
Que me fez surpresas,
Tirando meu coração em desalinho.

Hoje, resta-me a resignação
Porque não me animo
Para desfazer o caminho,
Onde pisei em pétalas de felicidade
Agora, penitencio meu coração
Entre os espinhos desse calvário.

22 de maio de 2007, em tarde de melancolia
 

Midi:Billy_Vaughn_(petit_fleur)
*********

Clique na imagem e envie para até 10 pessoas

CLIQUE PARA RECOMENDAR ESTA PÁGINA!

Home||Menu||Livro de Visitas||E-mail


webdesigner:
*Ja(Mulher)*