Ao inocente poeta que chega
(Enzo Carlo Barrocco)

Se quiseres ganhar dinheiro com literatura
Desce do teu cavalo
Que por trás da mata
Um temporal se arma.
Densa e espessa sobre a estrada seca,
A chuva cairá sem tréguas,
Atocaiando os bichos, embuçando os pássaros,
Atrasando teu caminho para casa.
E verás, então, decepcionado e triste,
Que nesse rumo (que não tem mais volta)
Não acharás, sequer,
Uma moeda antiga. 


Midi:Vida de gado - Zé Ramalho

*********

Clique na imagem e envie para até 10 pessoas

CLIQUE PARA RECOMENDAR ESTA PÁGINA!

Home||Menu||Livro de Visitas||E-mail


webdesigner:
*Ja(Mulher)*