Amores vêm e vão
(Celito Medeiros)

Amores, sempre vêm e vão
Uns até ficam, outros não!
Os que partem, nos faltam
Os que ficam, nos fartam!

Alguns amores nos machucam
Se presos em mal entendidos
São lembranças que cutucam
Dos elos que ficam perdidos

A dicotomia do ódio e amor
Confundida gera o lamento
Poderia até causar uma dor

Quem não desejar tormento
O coração é um controlador
Abra ou fecha neste momento

http://www.celitomedeiros.com.br

Créditos:
Imagem: Celito Medeiros
Midi:
Manhãs_de_Setembro_Vanusa

*******
Clique na imagem e recomende a página

CLIQUE PARA RECOMENDAR ESTA PÁGINA!

Home
||Menu||Livro de Visitas||E-mail

webdesigner:
*Ja(Mulher)*